Queda de cabelo: Mitos e verdades

Queda de cabelo: Mitos e verdades

A queda de cabelo é um assunto com o qual nos deparamos constantemente, quer por vias publicitárias – televisão, blogs, revistas, entre outros – quer por se tratar de uma situação com a qual nos familiarizamos.

Efetivamente, trata-se de um tema muito abordado, contudo, é também um facto que são fornecidas informações muito díspares, relativamente a este assunto.

 

Quem é que nunca ouviu dizer que se não secarmos o cabelo ele cai? Ou que lavar o cabelo diariamente provoca queda?

Tal não passam de mitos sem qualquer base científica a comprová-lo.  No entanto, existem mesmo alguns hábitos que são prejudiciais para o nosso couro cabeludo e que podem estar na origem da queda de cabelo. Assim sendo, e tendo como base que cada caso é um caso, e que o que pode explicar a queda capilar numa pessoa pode não se aplicar noutra, torna-se importante perceber quais os mitos e as verdades acerca deste tema.

 

Vamos então começar:

  • Lavar o cabelo diariamente apodrece a raiz do cabelo provocando queda

Mito: Não é o ato de lavar o cabelo que o faz cair, até porque a lavagem do cabelo não interfere no bulbo capilar (raiz dos fios de cabelo). O cabelo que acaba por cair durante a lavagem, já se encontrava em fase de queda, por isso, iria cair de qualquer forma. A queda só é mais acentuada pela maior manipulação do cabelo, tal como se verifica quando escovamos o mesmo.

 

  • Secar o cabelo com secador aumenta a queda

Mito: Esta é uma questão que não tem uma resposta simples. De facto, se não usado corretamente o secador pode danificar o cabelo e provocar a sua queda. Contudo, o seu uso correto e moderado não prejudica o cabelo. Mas então o que deve fazer? O ideal é utilizar o secador na temperatura média, mantendo alguma distância entre o secador e o cabelo. O uso de protetores térmicos antes de utilizar o secador é também aconselhado.

  • Usar o cabelo apanhado causa queda de cabelo

Verdade: Os penteados com apanhados e o uso de elásticos devem sim ser evitados. Quando apanhamos o cabelo durante muito tempo provocamos uma queda de cabelo por tração, isto é, os fios de cabelo que ainda não se encontravam em fase de queda são arrancados.

 

  • A alimentação influencia a queda de cabelo

Verdade: Uma alimentação adequada é essencial para a saúde dos fios de cabelo, assim, a falta de alguns nutrientes poderá sim levar a que o cabelo fique fraco e acabe por cair. Outro fator que tem também influência comprovada sobre a queda capilar, são as mudanças drásticas dos hábitos alimentares, nomeadamente, as dietas rigorosas. Isto porque para um cabelo forte e bonito é imprescindível uma alimentação rica em proteínas, vitaminas e minerais.

 

·       O stress interfere na queda

Verdade: O stress provoca alterações químicas que têm como consequência a queda de cabelo. É verdade que nem toda a gente apresenta queda capilar quando stressada. Há pessoas que desenvolvem outros problemas de saúde, como é o caso da Hipertensão arterial. Do mesmo modo, nem toda a gente apresenta hipertensão arterial quando sob stress. Cada pessoa tem diferentes manifestações face ao stress, contudo, é certo que o stress é uma das principais causas de queda de cabelo.

 

  • As estações do ano influenciam a queda capilar

Verdade: São muitas as pessoas a referirem sentir um aumento da queda de cabelo no início do Outono e, menos intensamente, no início da primavera. Será que existe associação? A verdade é que o ciclo de crescimento capilar faz com que estas sejam alturas de maior queda. De facto, a queda capilar sazonal existe e, apesar de ainda não estar muito bem esclarecida, parece relacionada com as alterações no padrão de secreção hormonal, que ocorrem face às alterações climáticas características de cada estação.

 

  • Não é possível reverter a queda de cabelo

Mito: Caso a origem da queda não seja o fator genético, pode ser possível reverter todo o quadro atuando na sua causa. Para isso, o tratamento deve ser iniciado o mais cedo possível, de modo a evitar a perda do volume capilar. Se o quadro estiver muito avançado, poderão ser necessárias medidas complementares como é o caso do laser e, em última instância, do transplante capilar.

 

Face a tudo isto, podemos concluir que existem vários mitos acerca da queda capilar, ao desmistificá-los poderá cuidar melhor do seu cabelo fazendo frente a este problema. Assim, tenha uma alimentação equilibrada, aprenda estratégias de gestão do stress e tenha hábitos capilares adequados. O seu cabelo agradece!

 Mais artigos

CUIDADOS A TER NUMA LONGA CAMINHADA

A SUA IMAGEM CORPORAL

PSICOLOGIA EDUCACIONAL

Siga-nos no Facebook

Raquel Gonçalves
Enfermeira – Clínicas Nuno Mendes

2 Comentários

  • Juliana Oliveira

    Boa tarde como está
    Gostaria de fazer uma pergunta
    Quem estiver a começar a sofrer de calvície podemos pintar ou fazer madeixas?
    Ah quem diga que sim outros que não gostava mesmo de ajuda se

    • Clínicas Nuno Mendes

      Boa tarde Juliana,

      Idealmente o cabelo deve estar ao natural mas caso sinta a necessidade de proceder à coloração, aconselhamos a utilização de tintas sem amoníaco. No entanto é essencial que tenha especial cuidado com a hidratação do seu cabelo.

      Obrigado pela sua questão.

Dê uma resposta