15 Dicas para uma melhor Higiene Íntima

15 Dicas para uma melhor Higiene Íntima

Higiene Íntima da mulher

Quando nos referimos ao conceito de “higiene íntima”, referimo-nos a um processo de higienização da zona íntima, que tem como finalidade contribuir para o bem-estar, conforto, segurança e saúde da mulher.

A higiene íntima faz parte da rotina de higiene corporal comum. No entanto, esta deve requerer cuidados diferentes das restantes zonas do corpo, uma vez que a zona íntima é delicada e propensa a infeções.

A vagina tem um pH mais ácido que a restante pele do corpo, o que ajuda a manter as bactérias boas saudáveis e a manter controladas as bactérias nocivas. É importante respeitar hábitos adequados de higiene íntima, de forma a evitar desordens no equilíbrio do pH e, assim, prevenir secura ou infeções vaginais recorrentes.

A vagina limpa-se naturalmente a si mesma com um lubrificante interno, portanto não são recomendados os duches vaginais. O melhor será lavar-se diariamente com água tépida, utilizando produtos suaves e sem perfume. Existem produtos concebidos especificamente para a higienização zona íntima. Estes produtos permitem manter o equilíbrio natural do pH e limpam suavemente e de forma eficaz. Existem, também, toalhetes especialmente concebidos para esse efeito, caso seja necessária uma rápida higienização durante o período menstrual ou após o exercício físico, por exemplo.

O que DEVE fazer…

  • Lavar a região externa da vagina usando um produto íntimo próprio;
  • Substituir com frequência tampões ou pensos diários;
  • Optar por roupa interior de algodão;
  • Consultar um ginecologista caso perceba que existe uma anormalidade;
  • Limpar-se sempre da frente para trás, a fim de evitar a propagação de bactérias;
  • Ter atenção aos métodos de depilação/epilação. Os métodos com recurso ao laser são os mais recomendados.
  • Sexo e Higiene – Certifique-se que esvazia a bexiga depois de ter relações sexuais. Tomar esta precaução, ajuda a remover as bactérias que se tenham espalhado para dentro da uretra (tubo que liga a bexiga à parte imediatamente acima da abertura vaginal) e assim, prevenir cistites.

O que NÃO DEVE fazer…

  • Usar toalhitas perfumadas ou papel higiénico com perfume;
  • Fazer lavagens exageradas e desnecessárias;
  • Não utilizar produtos antisséticos / antibióticos de forma regular. Reserve-os apenas para as situações de infeção;
  • Fazer duches vaginais, assim como não deve direcionar a pressão da água diretamente para a vagina;
  • Fazer banhos de imersão frequentemente e evitar banheiras de hidromassagem;
  • Ficar demasiado tempo com o mesmo tampão;
  • Usar com demasiada frequência pensos higiénicos diários;
  • Usar roupa interior sintética.

Susana Alves – Enfermeira Clínicas Nuno Mendes

Mais artigos 

Dicas para melhorar a flacidez da pele 

12 Dicas para dormir melhor! 

Sabe quais os benefícios da Drenagem Linfática na gravidez?

 

Entre já em Contacto connosco!

Dê uma resposta