Ansiedade e Pânico

Ansiedade e Pânico

A ansiedade pode ser entendida como um mecanismo biológico adaptativo de resposta a uma situação de ameaça ou que sai da nossa zona de conforto. Desta forma, a ansiedade pode ser benéfica para nós, uma vez que nos alerta e nos impulsiona para enfrentarmos ou para nos protegermos das mais diversas situações.

No entanto, à medida que os sistemas de informação vão ficando cada vez mais desenvolvidos e as redes sociais passam a ser a nossa base de comunicação principal, passamos a sentir a necessidade de estarmos constantemente ligados, para que nada nos escape e para que sintamos que tudo está controlado.  Por consequência, o espaço necessário na nossa mente para nos focarmos verdadeiramente em nós próprios é cada vez menor. Ou seja, tudo o que está a acontecer dentro de nós e que pode, de alguma forma, influenciar de forma negativa o nosso bem-estar pessoal, passa, também, para segundo plano. Se a ansiedade surge nestas condições, mais fácil e rapidamente se intensificará, podendo atingir a denominada crise de pânico.

 

Pontos importantes a ter em conta para o controlo da ansiedade:

  1. Autoconhecimento
    • Estarmos atentos a nós próprios e percebermos quais os sintomas que estamos a ter, para ser mais fácil contorná-los.
    • Conhecermos-nos bem para percebermos as ferramentas que possuímos para ultrapassar a situação.
    • Conhecer bem os sintomas associados à ansiedade e ao pânico, assim como as situações em que acontecem com mais frequência. Desta forma, podemos detetá-los mais facilmente e evitamos que a nossa mente divague sobre outras possibilidades de diagnóstico que interfiram de forma negativa no processo de controlo da crise.
  1. Devemos criar oportunidades de relaxamento no nosso dia, que nos coloquem em primeiro lugar:
    • Atividade física: ajuda o corpo a libertar a energia acumulada, ajuda a mente a esvaziar dos problemas do dia-a-dia, melhora a qualidade de sono.
    • Meditação: ajuda a nossa mente a abstrair-se da gigantesca quantidade de estímulos e a focar-se, proporcionando tranquilidade.
    • Contacto com a natureza! A natureza ajuda-nos a renovar a nossa energia de forma natural.
    • Ler, ver um filme ou uma série, ouvir música: ajuda a abstrairmo-nos do nosso próprio mundo, ao mesmo tempo que nos enriquece a mente e o espírito.

 

Se a nossa saúde mental e física ocuparem o primeiro lugar da nossa lista de prioridades, a ansiedade passa a ser apenas um sistema que nos prepara para a melhor resposta possível às mais diversas situações.

 

Mais artigos

5 Dicas Realmente Eficazes para acabar com o Stress

Botox no tratamento de Rugas

Drenagem Linfática de Métodos Integrados

Importância da drenagem linfática após o parto

Psicologia Educacional

Controlar a ansiedade antes de uma apresentação pública

Gravidez é sinónimo de ‘’comer por dois’’?

“O stress chegou à vida dos mais pequenos…” – Aprender e Crescer com o Reiki

Às voltas com as dietas!

 

Siga-nos no Facebook!

Siga-nos no Instagram!

Dê uma resposta